Para inspirar

 

 

 

Ótima quinta a todas!

Anúncios

Cursos para gestantes

Bom dia!

Hoje vou colocar algumas opções de cursos gratuitos para gestantes que são oferecidos online.

Curso para gestantes Bebê.com.br: o conteúdo foi desenvolvido por renomados especialistas da maternidade do Hospital Albert Einstein, de SP. São 21 aulas em vídeo e ao final de cada uma você tem a opção de imprimir um resumo para compor uma apostila. Basta fazer o cadastro no site, é muito rápido. As aulas podem ser assistidas em qualquer ordem.

Curso de gestante Crescer online: são 10 aulas, cada uma é dividida em vários módulos que podem ser acessados a qualquer momento. O curso aborda desde a descoberta da gravidez até o final da licença maternidade. O menu é bem dinâmico e permite que você acesse diretamente o que interessa.

Estou fazendo os dois e gostando bastante!

Aqui em Floripa existem alguns cursos presenciais gratuitos, como o do Hospital Universitário (super recomendado pela futura mamãe Roberta Carlucci), Unimed (para associados), Shanon Enxovais e BCU (Banco do Cordão Umbilical). A próxima edição deste último será dia 21 de julho, no Floripa Shopping, das 19h às 22h30. Quem quiser participar basta mandar um e-mail com nome da gestante e acompanhante para curso.bebeabordo@gmail.com. Eu vou!

Em poucos minutos estou indo fazer a ultrassonografia do Dudu. Volto com novidades!

Beijos.

Dicas de cosméticos para a gestante

Hoje me perguntaram quais são os cosméticos que eu uso na gravidez, principalmente para a prevenção das temidas estrias.  Todos os produtos são hipoalergênicos e têm um cheirinho bem suave. Segue foto:

Óleos (passo sempre após me secar, quando saio do banho)

  1. Óleo vegetal linha Mamie Bella (O Boticário) R$42,00
  2. Óleo vegetal linha Mamãe e Bebê (Natura) R$54,00 – está quase acabando, mas já fiz o estoque!

Cremes (uso várias vezes ao dia, sempre que sinto necessidade)

  1. Emulsão Auxiliar na prevenção de estrias (Natura) R$42,00 – Meu preferido, deixa a sensação de hidratação por mais tempo.
  2. Loção Hidratante para gestante Hidramamy (Mantercorp) R$67,00

Além dos óleos e cremes, estou caprichando no filtro solar, pois na gravidez o cuidado com as manchas deve ser redobrado. Sempre fui viciada em filtro para o rosto e já testei diversas marcas, mas o queridinho do momento é esse da Shiseido FPS 42. Tem coloração de base e cobertura perfeita, sem deixar a pele oleosa. Outro que eu gosto muito é o Minesol Oil Control, da Roc.

A gestante deve evitar: Cremes anti-idade ou clareador com hidroquinona, ácido retinoico ou glicólico acima de 10%, cremes para gordura localizada, anticelulite, coloração, filtro solar químico, hidratantes com ureia acima de 3%, cremes com cânfora para pés e pernas, antiacne com ácido salicílico ou derivados da vitamina A, cosméticos e maquiagens com parabeno.

A gestante deve usar: Filtro solar, hidratantes com manteiga de karité, glicerina ou óleo de amêndoas, óleo corporal de amêndoas e cremes antiestrias.

Beijos!

A outra versão, por Bruna Mendes

Bom, como eu creio que dê pra perceber pelo nome, eu sou irmã mais nova da Bia, tia (feliz da vida) do novo pedacinho de gente que está a caminho. Vim até aqui dar um pequeno relato de como EU descobri a gravidez da Bia e como foi a reação geral – e minha – ao saber que aquela pessoa que me forçava a tomar remédio quando era criança ia, de fato, ser mãe.

Notem a minha cara de desespero na presença do ser maligno da minha infância.

O dia 24 de dezembro de 2010 começou como tantos outros natais. Valdir, padrasto querido, me chamou de manhã pra comprar os presentes de última hora pra mim, pra minha mãe e pra Bia. Levei-o direto a uma loja de sapatos, não tinha tempo pra pensar em outra coisa e isso era um tiro certo. Cheguei em casa com os pacotes, deixei tudo em qualquer lugar e fui até o quarto da Bia ver se ela já tinha acordado. Eis que chego lá e me deparo com uma pessoa cor de gelo, me olhando com um olhar de cachorro pidão e, de repente, a bomba: “Bruna, acho que tô grávida”.

De início, eu pensei que era bobagem, como havia sido tantas outras vezes. Mas, daí, ela me explicou tudo – como explicou também no post anterior – e aí éramos duas pessoas cor de gelo. Naquele momento, a certeza era 99%, pois ainda faltava sair o resultado do exame de sangue pra comprovar. Atualizamos a página do laboratório umas 89 vezes em dois minutos até que, na 90ª, o desespero. O resultado saiu e a Bia, tremendo feito vara verde, não queria abrir. Me meti e abri pra ela, fui rolando a página tentando decifrar aquele monte de sílabas estranhas que não me diziam nada. Por fim, eu vi a palavra que interessava: “positivo”. Não sabia ali exatamente o que era positivo mas, considerando que em nenhum lugar estava escrito “negativo”, deduzi o óbvio: a Bia tava realmente grávida.

Agora é a hora que passa tudo na cabeça: a Bia vai ser mãe, eu vou ser tia, o Tiago vai ser pai, meus pais vão ser avós, minha avó vai ser bisavó, todos pela primeiríssima vez. Deve ser a criança mais pioneira da história, pensei.

Não houve uma lágrima (tirando da minha mãe, que abraçou a Bia dizendo “mas tu ainda é um bebê!”), houve algumas risadas da parte do Valdir, houve muito apoio. A ideia geral era “não estávamos esperando, mas será muito bem-vindo”. O medo geral era “mas a Bia não sabe nem cuidar de um cachorro”. A esperança geral era o instinto materno mágico que surge ao primeiro sinal de desconfiança da maternidade.

Ao que tudo indica, nossa esperança está se concretizando e, apesar de ainda comparar pediatras com veterinários, a Bia tá se saindo bem. O que importa é que estaremos todos por perto quando ela quiser passear com o Dudu na coleira.