As 5 peças indispensáveis para as grávidas

Oii!!

Separei algumas peças que na minha opinião são essenciais pra um guarda-roupas de uma grávida. O bom é que quase todas eu ainda uso e já comprei pensando nisso. Estou contribuindo para o bem do planeta e do meu bolso, of course.

1. Jeans maternity: passei a gravidez com 3 dessas e foi ótimo! Super confortável e nos dias mais fresquinhos ainda consigo usar.. Pra quem não quer gastar $$, tem AQUI uma dica de como aproveitar as que você já tem. Ah, tem também o truque do elástico de cabelo no botão da calça.. usei bem no início!

2. Camisetas e blusas justas e bem compridas: Dessas não tem truque ou como fugir. Se você não tem minha amiga, precisa comprar! Elas são ótimas pra quando a gente tá com aquele barrigão que até as batas mais fieis sobem e deixam aquele pedacinho de barriga (ou de calça maternity) aparecendo.

Eu tenho uma de cada cor dessas blusinhas estilo underware. Usei horrores por baixo de tudo, inclusive de blusas que ficavam mais curtas da mesma cor!

3. Vestidos com recorte abaixo do peito: Escolher duas peças pode ser uma tarefa bem difícil normalmente, ainda mais quando se está grávida! Os vestidos além de práticos deixam a gestante com cara de mais arrumada!

Olha eu aí pagando de look do dia, haha. Esse vestido foi um achado Stella Mccartney para C&A que só faltava andar sozinho, fui obrigada a postar!

4. Cardigans: Como quase nada fecha na barriga, eu sempre usava com lenços ou pashminas. Tem aquele “coringão” da Zara, em todas as cores por R$69!

5. Lingerie: Comecei a usar os soutiens de amamentação lá pelo sexto mês, por causa da sustentação. As calcinhas precisam ser muito confortáveis, viciei naquelas de corte a laser da hope (R$29), não marca nada e é puro conforto!

Com essas peças acho que dá pra estar bem arrumada aproveitando o que você já tem e sem ter que gastar muito!

Beijos beijos.

 

Anúncios

Entrevista com Mari Massih

Oba! Mais uma entrevista pro Blog. Adoro essa parte, pois sempre aproveito as dicas!

A entrevistada de hoje é a Mari Massih, que conheci na gravação do programa Mãe & Cia da GNT (confira o post aqui), e desde lá procurei seguir algumas orientações físicas passadas por ela (confesso que tentei, mas fui um pouco matona pois a preguiça tem governado a minha vida ultimamente).

1. Nome: Mariana de Freitas Massih, a Mari

2. Idade: 25 anos

3. Profissão: Educadora Física e Empresária

4. Nome e idade do filho: João Otávio, 4 anos

5. Mariana como mãe é: uma pessoa metade criança metade responsável, que hora detesta a bagunça de brinquedos e outra hora estimula a imaginação. Uma mãe responsável com o bem estar, com o convívio com outras crianças, preocupada com a alimentação. Uma mãe que sonha em ter mais tempo com seu pequeno, uma mãe que se culpa por deixá-lo muito tempo na escola, uma mãe que batalha para dar um futuro melhor nesse mundo doido.

6. Maiores desafios da maternidade: de início com certeza foi a família que não aceitou a gravidez, com o passar do tempo um início de depressão logo controlada, mas depois que o príncipe nasceu, foram só alegrias!

7. E as maiores alegrias: o nascimento, o choro, o desenvolvimento, cada descoberta inicial… com o passar do tempo as aventuras, as graças, palhaçadas… as brincadeiras e as artes feitas… cada uma que é difícil de esquece! Hoje em dia as alegrias são as frases ditas… as “piadinhas”, as caraminholas que saem de uma cabeça tão pequenininha, que no meu ver deveria ser tão inocente e ingênua e na maioria das vezes me surpreende!

8. Melhor programa com o filho: ir ao parque

9. Livros que recomenda para gestantes e mães: Gestantes: elaborando atividade física na gestação por Erica Verderi, Grávida e bela: um guia prático de saúde e beleza para a gestante por Carla Góes Salet;

10. Blogs ou sites que mais acessa sobre o conteúdohttp://dalaula.blogspot.com/   http://bazarcoisasdemae.blogspot.com/  http://www.partodomiciliar.com/

11. Principais produtos/marcas que utilizou na gravidez: Óleo Mamãe e bebe, Natura e Mater Skin loção hidratante.

12. Última aquisição para o filho: uma cama da Hot Whells

13. Ser mãe é..: é criar um filho ao invés de um herdeiro, é viver e aprender todos os dias, é sonhar, imaginar, tentar proteger todos os dias, é ter vontade de deixar no colo o tempo todo mas saber que no fundo crio ele para o mundo. É viver um inesperado mundo de emoções, um amor piegas, que não se explica, que só se sente sendo mãe, é um amor INACREDITAVEL e totalmente INEXPLICAVÉL!

O João Otávio é um fofo! Lindo demais.

Obrigada pela entrevista Mari!

Ah, se alguma mamãe (ou futura mamãe) quiser participar, manda um e-mail pro blogagorasoumae@gmail.com

Beijão.