Sim, é pra mim! E daí?

Eu estava na dúvida se fazia uma festa de aniversário pro Eduardo. O que me fazia pensar bastante em não fazer era o fato dele não entender direito e por isso, não aproveitar a festinha como eu gostaria. Aí pensei em fazer um festão no segundo ano dele, e neste ano cantar parabéns em família, com direito a bolo e docinho só para os avós e padrinhos.

Muita gente veio me falar que festa de 1 ano não vale a pena. Ainda mais no caso do Dudu, que nossa família é pequena e ele ainda não vai pra escolinha. Quase não vai ter criança. “Será uma festa para os adultos. Será uma festa para os pais, não para o filho. Ele vai estranhar muita gente reunida e pode ficar manhoso”. Isso tudo é fato.

Perdi mais uns neurônios e comecei a filosofar. Realmente, pro Dudu pode não ter muito sentido a festinha. E se eu tiver realmente pensando em mim? Qual o problema? Passei o último ano da minha vida me dedicando exclusivamente ao meu filho lindo. E se eu quisesse fazer a festa pra comemorar meu primeiro ano como mãe? Ainda mais eu, que adoro festa! Mais do que merecido, não é? Diz que não pra ver!

Tem muita gente por aí que aparece com esse discurso de que “é para os pais” como se fosse um crime. Acho uma baita hipocrisia, porque se parar pra pensar, quase tudo é para os pais! Os bebês só precisam de comida, colo, carinho e higiene. Todo o resto é para os pais!!!  Só falta esse povo dizer que as roupinhas lindas, perfumes e sapatinhos que a gente compra é pra eles se acharem pra cima dos amigos do berçário. E quando a gente dá a chupeta pra eles pararem de chorar? É sempre pensando neles, e nunca nos nossos ouvidos, certo? ãhã.

Pra finalizar, tomei minha decisão. Vou fazer uma festa sim. No meu salão e pra menos pessoas que eu gostaria de convidar. O primeiro critério para a escolha dos convidados é a convivência com o Dudu, e depois se o casal tem crianças. Como parte das comemorações, vamos fazer uma viagem em família! Essa sim, o Dudu vai curtir muito. Afinal, ele também merece.

Anúncios

28 respostas em “Sim, é pra mim! E daí?

  1. Bia, incrível como tivemos o mesmo pensamento em relação a festa.
    Amo festa.
    Igual, festa só de 2 anos ai seria um festão.
    Depois pensei, eu vou fazer e fiz no último sábado.
    Também como você vai fazer, para menos pessoas do que eu gostaria de convidar.
    Convidamos só quem tem contato com o João Davi.
    E para nossa surpresa ele super curtiu a festa, não chorou, cantou parabéns e fez muita bagunça.
    Já na parte das crianças ai sim, nossa nas festas que eu vejo, como tem crianças na minha família.

    Aproveite muito esse momento é único é maravilhoso.
    E o Dudu sapequinha e ativo do jeito que você nos relata, ele vai curtir muito.

    Parabéns ao Dudu, papai e mamãe.

    • Jura que ele aproveitou? Que bom!
      Conhecendo o Dudu acho que ele vai adorar como o seu filho, ele ama bagunça!
      Adorei o relato!!!
      Beijinhos e obrigada

  2. Eu também acho! Os pais têm todo o direito de comemorar o seu primeiro de vida com o bebê!
    Assim como eu sempre achei que fazer festa de casamento era gastar muito pros outros comerem, quando eu conheci o amor da minha vida resolvi que seria muito legal comemorar esse fato junto das pessoas queridas.
    Temos que nos dar o direito de comemorar nossa felicidade, não é?

  3. É isso aí preta, faz mesmo! A gente merece total essa festa!
    Já te contei os 500 casos ocorridos na festa do João Otávio de 1 ano, mas ver ele gargalhando se jogando em cima de todos os balões da festa no fim, na boa, não teve preço! Obviu, era bem mais fácil e barato encher uns 500 balões e deixar ele se jogar, sem convidar ngm e gastar com nada, mas mesmo assim, vale total a pena!

    Beijooos

  4. Gostei muito do texto, confesso que eu mesma já tive este pensamento, mesmo depois de fazer as festinhas de todos os anos para minhas crianças que já tem 13 e 11 anos, agora estou grávida e a dúvida é sobre o chá de bebê, minha intenção não é de apenas ganhar presentinhos e mostrar minha alegria, mas deixar minha família e amigos participarem de um momento especial que estou vivendo.
    Bia, eu sempre gosto de parabenizar a mãe e o pai quando o filho está de aniversário, mesmo para os meus pais, porque não tem como dividir esta relação, boa festa para você que é mamãe desde a gestação e tem muitas alegrias neste ano para comemorar. poste as fotos pra gente curtir junto com você.
    Quero enviar um presentinho pro Dudu, faço bordados em ponto cruz e gostaria que recebesse com carinho uma toalhinha de mão.
    Preciso de um endereço ou caixa postal o que você achar melhor, beijos !!!

  5. Bia, pensa numa pessoa pão-dura e com preguiça de se alugar… Sou eu! Hahaha mas uma coisa eu aprendi depois da festa do meu casamento: dinheiro e energia gastos em festa com pessoas queridas SEMPRE valem a pena! O casamento foi a melhor festa da minha vida, e no 1 aninho da Sofi fizemos uma festinha sim. Mas preferi fazer com poucos convidados, só a família, pra ela ficar à vontade. E foi ótimo! A festa é para os adultos? Pode ser, mas não só para os pais, e sim para todos os adultos que vão e gostam da nossa família. É uma oportunidade de eles verem nossos pequenos e acmpanharem o crescimento deles. Nos 2 aninhos dela fizemos uma festinha também, e ainda foi uma deixa pra apresentar o Caetano pra quem ainda não tinha visto, afinal ele tinha 10 dias (e a mãe louca lá, cheia de pontos rsrsrs). Aproveita e faz sim! Só achei melhor sim uma festinha pequena, com menos gente, pra não apavorar a criaturinha. Boa sorte e boa festa!

  6. Bia,

    Meu Heitor, ou Didiro (é o apelido ridículo e horrível que meu marido inventou, mas que grudou na lingua da gente e ficou… tadinho do meu filho), vai completar 1 ano em novembro. Como eu trabalho com papelaria personalizada (aliás, se precisar de alguém pra fazer a papelaria – convites, lembrancinhas, mesa de gula, mochilinhas personalizadas -, pro niver do Dudu, fala comigo que a gente acerta um precinho legal manda mail para morangopersonalizados@gmail.com rsrsrs (tem que ter propaganda, né!), eu comecei a fazer a papelaria do primeiro aniversário dele antes mesmo de ele nascer. A parte gráfica já está toda pronta e eu até já comecei a imprimir algumas coisas. No início, entretanto, fui super criticada. Primeiro por que caí nessa esparrela de que fazer aniversário de 1 ano é jogar dinheiro fora por que o menino não tá aí nem tá ligando. Ficava com o coração apertadinho, mas com o discurso economicamente correto na ponta da lingua. Até que uma prima me convenceu do contrário com o danado do argumento de que eu precisava comemorar o aniversário de 1 ano do meu filho. A ideia, como você deve imaginar, grudou e não soltou mais. O plano era fazer uma festa de arromba mesmo. Com salão de festa alugado, gerente de festas, brincadeiras e tudo o que uma verdadeira festa tem direito. Entretanto, como estou sem trabalhar, meu marido ganha direitinho, vai, mas só pra pagar as contas e nós ainda estamos morando na casa dos meus pais (ain que vergonhaaaaaaaaaaa) coloquei os pés no chão e vou fazer uma coisa intermediária entre o bolinho com refrigerante e o festão. E vou fazer pra mim mesma, por que Heitor, provavelmente, vai dormir no meio da festa. Esse seu argumento acima me tirou um peso do peito por que eu não sabia mais como justificar a bendita festa e andava com os nervos à flor da pele cada vez que alguém me indagava sobre o assunto. Mas agora já sei – estarei comemorando meu primeiro ano como mãe. Isso vai calar a boca de muita gente. Adoreiiiiiiiiiiiiiii!!!!

    • Mariana, quem sao os outros pra falar?? acho lindo essa dedicação tua de fazer toda a papelaria, e o que importa mesmo é a comemoração, e que ela te agrade, seja na casa dos teus pais, na tua casa ou em um salão alugado, gastando 10, 100 ou 1000.. temos que fazer aquilo que a gente quer dentro das nossas condições! e Nao se preocupar, pq os outros sempre falam, Nao importa nossa decisão, Hehe.. beijos

  7. O bom é que ele pode ir na festa de pijama, amassado, descabelado pq é lindo até do avesso! Dudu fôfo da tia Érica…!

  8. Concordo plenamente! Se você quer, qual é o problema de ser pra você? Além disso, quando ele for mais velho vai poder ver as fotos e saber que você fez a festa de um aninho! Eu também vou fazer pra minha filha, mesmo que seja pra mim 🙂

  9. Oi amada, sou obrigada a dividir aqui contigo minha opinião rsrs. Eu optei por não fazer festa p João Vicente, optamos por fazer uma viagem em família e passar a data do aniver dele na casa da dinda dele que mora fora e posso te dizer q foi maravilhoso, curtimos cada momento juntos e comemoramos esse primeiro aninho dele todos os dias da viagem. Pena q ele não vai lembrar assim como a festa… Acho q sim devemos fazer o q a gente mais gosta os pais nesse momento. Qdo me perguntam eu só posso dizer q da minha primeira filha fiz festa sim o 150 convidados uma loucura ela não curtiu nada mas eu curti e hj ela adora ver as fotos e sabe o carinho todo q tivemos, não me arrependi!!!! Acho q 1 aninho tem q ser comemorado sim e ai os pais decidem de que forma. Parabéns pela sua decisão vai ser demais!!!!!!!! Bjs mil

  10. faz mesmo!! ahahahahah Ta barato mamãe!! hehehe.
    Brincadeira! Teu post ta perfeito!
    Beijo do Papai

  11. Tu és o máximo, minha ídola!!! Sou frequentadora assídua desse blog… imagina qdo for a minha vez hein!!??? Já vou ser perita no assunto já!!!! hahahaha!!! Beijuuus Biaaa e até sexta!!!

  12. 1 ano é um marco, po! O primeiro ano de vida da criança! Indepedente de ele lembrar ou não, NA HORA DA FESTA ele vai se divertir horrores, os familiares de vcs vão ficar loucos de ver ele nesse estado e vcs vão se reunir, quer coisa melhor que isso?
    Que gente chata pra criticar, hein? Eu levei minha filha, na epoca com 6 meses, pros EUA com o meu marido veio 400 pessoas me perguntar “mas pq tu vai levar ela? Ela não vai lembrar de nada!”. Dá licença? Primeiro vou levar pq eu quero viajar e segundo que ela pode ate não lembrar, mas eu e meu marido nunca vamos esquecer! E foi o máximo! E vou fazer festa de 1 ano tbm! E vou viajar com ela de novo! E se eu quiser plantar bananeira no asfalto com ela, ela vai junto! Hahaha me revoltei! Revivi uns metidos, eu acho. Ô raça pra dar palpite. Independente se é pra ti ou pra ele, faça o que tu quiser!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s