A escolha da escola – parte 1

Sei que esse é um assunto muito delicado e de difícil escolha. Tenho a sorte de ter uma amiga pedagoga, especializada em educação infantil, que é completamente competente apaixonada pelo que faz. Por isso, fiz o convite para que ela contribuísse com algumas dúvidas minhas, e acredito que, de muitas mães também. A Mari se dedicou tanto que, nosso assunto, como minha vó diz, rendeu tanto “pano pra manga” que tive que dividir em 2 posts. Agora é com a ela!!! Muito obrigada Mari!

Oi Mamães!

Meu nome é Mariane Loddi, sou tia do Dudu, Pedagoga com habilitação em Educação Infantil, séries iniciais e tenho especialização no Sistema Montessori. Acredito muito na educação e sou encantada pelo desenvolvimento infantil! Seguem algumas dúvidas a respeito da escolha da escola.

 Quais são os principais pontos que uma mãe deve observar na escola? Quais perguntas devem ser feitas aos profissionais para facilitar a escolha? 

Para a escolha da escola, além da localização e horários adequados conforme a necessidade da família, a mãe deve conhecer toda a escola e compreender o método pedagógico. A turma deve ser regida por um (a) professor (a) com formação em Pedagogia e um (a) auxiliar – para a Educação Infantil. O número de crianças por sala varia conforme o metro quadrado (determinado pela vigilância sanitária). É importante que  o ambiente escolar seja muito limpo (higiênico), seguro (vigilância), adaptado às crianças (móveis, objetos, brinquedos, escadas, etc), deve ter parque com areia e ambientes que a criança posso circular. Cada escola trabalha com uma proposta pedagógica, e é baseado no método que os princípios, planejamentos e os projetos serão realizados, visando o ensino e a aprendizagem.

 E para cada fase da criança? Devemos dar atenção especial para quais aspectos?

A Educação Infantil (de zero à seis anos)  tem o objetivo de estimular as diversas áreas do desenvolvimento infantil (cognitivo, motor e afetivo). Nessa fase, são trabalhadas as áreas do conhecimento (linguagem, meio físico, habilidade psicomotoras, matemática, etc.), a autonomia e as relações sociais.

 Sobre as atividades e o ensino, quais são os principais estímulos que devem ser dados?

Essa é a fase de proporcionar à criança possibilidades diversas, experimentar! Trabalhar bastante os cinco sentidos. Estimular a linguagem, narrar e descrever tudo. Proporcionar momentos de concentração com histórias, conversas e observações. Fazer bastante expressão corporal para que a criança delimite seu espaço e perceba suas possibilidades. E principalmente estimular a autonomia, a criança desde bebê deve exercer sua vontade, pois é agindo que ela cresce!

“Agora a Bia é mãe”! Quando fiquei sabendo da gravidez foi um turbilhão de emoções: a primeira de nós grávida! A Bia (sim, a “Bia”) grávida! Uma vida que vamos acompanhar, ver nascer e crescer!

Lembro que falei pra ela: “Amiga, sempre que tu precisar de uma pedagoga, conta comigo!” E aqui estou, contribuindo nesse projeto maravilhoso que é o Blog!

Anúncios

4 respostas em “A escolha da escola – parte 1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s