A outra versão, por Bruna Mendes

Bom, como eu creio que dê pra perceber pelo nome, eu sou irmã mais nova da Bia, tia (feliz da vida) do novo pedacinho de gente que está a caminho. Vim até aqui dar um pequeno relato de como EU descobri a gravidez da Bia e como foi a reação geral – e minha – ao saber que aquela pessoa que me forçava a tomar remédio quando era criança ia, de fato, ser mãe.

Notem a minha cara de desespero na presença do ser maligno da minha infância.

O dia 24 de dezembro de 2010 começou como tantos outros natais. Valdir, padrasto querido, me chamou de manhã pra comprar os presentes de última hora pra mim, pra minha mãe e pra Bia. Levei-o direto a uma loja de sapatos, não tinha tempo pra pensar em outra coisa e isso era um tiro certo. Cheguei em casa com os pacotes, deixei tudo em qualquer lugar e fui até o quarto da Bia ver se ela já tinha acordado. Eis que chego lá e me deparo com uma pessoa cor de gelo, me olhando com um olhar de cachorro pidão e, de repente, a bomba: “Bruna, acho que tô grávida”.

De início, eu pensei que era bobagem, como havia sido tantas outras vezes. Mas, daí, ela me explicou tudo – como explicou também no post anterior – e aí éramos duas pessoas cor de gelo. Naquele momento, a certeza era 99%, pois ainda faltava sair o resultado do exame de sangue pra comprovar. Atualizamos a página do laboratório umas 89 vezes em dois minutos até que, na 90ª, o desespero. O resultado saiu e a Bia, tremendo feito vara verde, não queria abrir. Me meti e abri pra ela, fui rolando a página tentando decifrar aquele monte de sílabas estranhas que não me diziam nada. Por fim, eu vi a palavra que interessava: “positivo”. Não sabia ali exatamente o que era positivo mas, considerando que em nenhum lugar estava escrito “negativo”, deduzi o óbvio: a Bia tava realmente grávida.

Agora é a hora que passa tudo na cabeça: a Bia vai ser mãe, eu vou ser tia, o Tiago vai ser pai, meus pais vão ser avós, minha avó vai ser bisavó, todos pela primeiríssima vez. Deve ser a criança mais pioneira da história, pensei.

Não houve uma lágrima (tirando da minha mãe, que abraçou a Bia dizendo “mas tu ainda é um bebê!”), houve algumas risadas da parte do Valdir, houve muito apoio. A ideia geral era “não estávamos esperando, mas será muito bem-vindo”. O medo geral era “mas a Bia não sabe nem cuidar de um cachorro”. A esperança geral era o instinto materno mágico que surge ao primeiro sinal de desconfiança da maternidade.

Ao que tudo indica, nossa esperança está se concretizando e, apesar de ainda comparar pediatras com veterinários, a Bia tá se saindo bem. O que importa é que estaremos todos por perto quando ela quiser passear com o Dudu na coleira.

Anúncios

4 respostas em “A outra versão, por Bruna Mendes

  1. Oi Bia, meu nome eh Fernanda. Sou de Floripa e hoje estou casada e morando nos USA. Tenho um bebe lindo chamado Pedro Antonio de 3 meses, e da mesma maneira que foi pra voce, foi pra mim, uma bencao mas tambem foi inesperado!
    Estou achando o maximo o seu blog! Na minha gravidez, varias vezes pensei em fazer um pra relatar e dividir as experiencias da gestacao, mas acabei nao fazendo-o.
    Acho otimo a tecnologia nos permitir isto, poder compartilhar duvidas e experiencias, ainda mais no caso de mamaes de primeira viagem! Hehehehe
    Parabens pela iniciativa! Desejo pra voces uma hora abencoada!
    E que continuemos dividindo informacoes!!!
    Bjo, Fernanda e Pedro Antonio

    • Oi Fernanda, tudo bem?

      Adorei o seu recado. Muito bom saber que meu pequenino blog ja atravessou a America do Sul.. rs..
      Eu resolvi fazer o blog com 8 meses de gestacao.. Mas pretendo continuar por bastante tempo, nunca e tarde.. Te garanto que e um hobby muito gostoso!!
      Obrigada pelas tuas palavras, gostei muito de ler.

      Um beijo grande pra ti e pro Pedro Antonio!
      Bia e Dudu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s